terça-feira, 25 de novembro de 2008

Será que o preconceito um dia acaba?

A bela Adriana Bombom acredita que sim. Em entrevista ao portal CARAS, ela falou que acredita que o racismo está com os dias contados após o resultado da eleição presidencial norte-americana. "Acho que alguns americanos ainda estão perplexos com a eleição de Barack Obama, mas eles terão que aceitar que um negro pode governar esse país tão cheio de preconceito." Na semana passada, Bombom foi à polícia alegar ter sido vítima de preconceito em um vôo dos Estados Unidos para o Brasil e, no fim de semana, foi afastada do comando da bateria da Portela. Com a agenda cheia devido às gravações da personagem Ana Balanço, do programa Uma Escolinha Muito Louca, que estréia no próximo dia 15 na Band, a moça afirma que não tem mais tempo para se dedicar aos ensaios do desfile da escola de samba. "Realmente estou trabalhando muito e isso tem prejudicado os ensaios", resumiu a artista, que não irá desfilar na Sapucaí no ano que vem. "Não sei quando volto, nem se volto", completou. Mas garante que o motivo da sua saída foi a tumultuosa agenda de trabalho. Ela gravando diariamente, de segunda a sábado, na Band, em São Paulo, e a sua rotina está muito corrida. Ela diz que não tem tido tempo para se dedicar aos ensaios e que desfila por amor ao Carnaval, ao samba. E ainda brinca “Mas não é isso que paga minhas contas. O que me sustenta é o meu trabalho na televisão e é a isso que irei me dedicar exclusivamente.”

Um comentário:

m disse...

isso foi a maior covardia chamar pessoas de macacos e agredir fisicamente, e o fim do mundo...