quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Essa briga já vem de muito tempo.

E pode ser até da época, de quando o seu atacante era um jogador, como ele, do time rival. Agora é ele quem manda! E diz que Animal não tem características de liderança: 'Líder tem que falar. Ele não fala, se cala'.

Essa Foi a declaração do técnico do Vasco da Gama Renato Gaúcho, que embora tenha negado qualquer discussão áspera com o jogador Edmundo na semana do jogo contra o São Paulo. O técnico afirmou ontem com todas as letras que o Animal não possui essa característica. “O líder tem que falar, orientar, alertar os companheiros em campo, se fazer presente o tempo todo. E o Edmundo não fala, se cala. Mas temos de respeitar o estilo dele”. Renato não conseguiu disfarça o mal-estar quando lhe foi feita uma pergunta sobre a possibilidade de Edmundo, incomodado com a reserva, ser titular, contra o Coritiba. Deu uma risadinha de canto da boca e respondeu numa defensiva: “Engraçado... Nenhum jogador me pergunta por que está sendo escalado. Por que tenho de dizer o motivo de ele não começar jogando?” Ele lamenta que Edmundo não consiga preencher o posto de líder e lembrou que essa tendência vem de berço: “Essa característica já nasce com o jogador, que ao longo da carreira vai lapidando-a.” Embora carente da figura de um líder em campo, o técnico cruzmaltino garante manter o elenco motivado, de alto astral, apesar do momento crítico da equipe no Brasileiro.“E quem passa esse astral sou eu. O Vasco está numa posição difícil, mas não está morto. Tem muita gente achando que o Vasco já caiu, mas estamos de cabeça em pé”, garantiu o técnico. Para Renato, a falta de um líder não é um problema apenas do time do Vasco, mas do futebol de um modo geral. Até chegou a mexer com o Dunga. “Não vejo um líder nem na Seleção Brasileira! Aquele líder que compra o barulho dos companheiros. Não há um jogador com esse perfil no futebol brasileiro”. Ai, tá pegando pesado!!!!!!

Um comentário:

Jane disse...

Há muito tempo que o "Animal" deixou de ser uma fera. Já perdeu as suas garras e não causa mais medo a ninguém.