sexta-feira, 27 de março de 2009

Deixar de fazer mamografia pode ser fatal - por Pryscila Leonídia

Mulheres estão deixando de fazer exames necessários para os cuidados fundamentais com a sua saúde e a razão não é a falta de acesso ou dinheiro. Mas sim, o ritmo de vida que elas estão levando. Levantamento nacional feito pela Golden Cross mostrou que metade das mulheres pesquisadas, com idades entre 50 e 69 anos, não fez mamografia nos dois últimos anos. “O dado nos chamou atenção porque são mulheres que pagam, que têm acesso à mamografia, um exame que não depende nem de autorização. Uma das justificativas pode ser o ritmo agitado da vida: às vezes acaba sobrando pouco tempo. Geralmente a pessoa não tem sintomas, não tem histórico e acaba não fazendo a mamografia. Outras acreditam que não precisam mais fazer o exame devido à idade”, afirma a diretora médica do convênio, Roberta Iachini. Ao todo, 108 mil mulheres com idades entre 50 e 69 anos não fizeram o exame, que segundo recomendação do Instituto Nacional de Câncer (INCA) deve ser realizado pelo menos uma vez a cada dois anos. Todas receberam uma mala direta alertando para o risco da doença. “A partir dos 50 anos, a incidência de câncer de mama chega a aumentar dez vezes”, afirma o médico Ronaldo Correa, do INCA. A idade média para o diagnóstico de câncer de mama no Brasil está em 59,3 anos.

Um comentário:

Daryl Steel disse...

Minha mãe vai ao médico regularmente para fazer esses testes. Felizmente, temos golden cross, um sistema de cuidados de saúde muito bom que cobre todos os exames.